Anthoptus epictetus (Fabricius, 1793)

Sinônimos:

Hesperia epictetus (Fabricius, 1793)
Cobalus nigritulus (Mabile, 1883)
Padraona epictatus missp. (W.F. Kirby, 1902)
epictelus missp. Raguso & Llorente, 1991
epictotus missp. Moreno et al. 1998.

História natural:

São borboletas pequenas, mas como os outros hesperídeos, têm corpo forte e vôo preciso e veloz. Estas borboletinhas são comumente observadas pousando nos arbustos ao longo das estradas. Também ocorrem nas pastagens e as vezes em clareiras no interior da floresta. Os machos tem cores amarelo-mostarda e marron nas asas, enquanto nas fêmeas as asas são escuras.

Distribuição:
Brazil: Amazonas; Costa Rica; Mexico; Panama
Período de ocorrência:

São abundantes durante o ano inteiro

Alimento do adulto:

Em geral se alimentam de néctar de plantas arbustivas, ocasionalmente são observadas sugando e excrementos de aves.

Alimento das lagartas:

Espécies não determinadas de Gramineae são registradas na Costa Rica; Bambusa vulgaris é registrada como planta-alimento no México (Beccaloni et al. 2008).

Cores:
marrom, amarelo
Tipo de ambiente:
aberta, borda de floresta
Anthoptus epictetus

Macho, vista dorsal

Espécime depositado na Coleção de Invertebrados do INPA, Manaus, Amazonas.

Anthoptus epictetus

Fêmea, vista dorsal

Espécime depositado na Coleção de Invertebrados do INPA, Manaus, Amazonas.